Filmes que me apaixonei sobre a juventude no Brasil

9 filmes sobre dramas adolescentes, decepções amorosas e descobertas da juventude.

 

Hoje vou compartilhar com vocês uma sentimento que me tocou em cada filme que eu assisti dessa lista, todos me trazem uma ideia bonita, complicada e gostosa de como é viver no Brasil durante a adolescência com problemas familiares, descobertas vitais e mudanças radicais ou apenas a vida pacata do jovem de classe média brasileiro. Essas são criticas pessoais sobre os filmes, não tem spoilers e nem grandes informações, mas sim, a minha visão romântica de enxergar o cinema e filmes brasileiros “antigos”.

Califórnia – Netflix

Esse filme foi um achado do tiktok que ganhou meu coração. Retrata a vida da Estela – uma menina meio introvertida e estudiosa que ainda está descobrindo o que é amor – enquanto ela se prepara pra ir pra Califórnia ver seu tio Carlos em uma viagem que ela trocou pela famosa festa de debutante tão prestigiada pelas adolescentes. O filme é quieto, tem pouca trilha sonora, mas quando tem são músicas ótimas. Uma coisa que eu gostei muito no filme é que ele é meio granulado e as cores não são tão vibrantes, são meio apagadas como se ela ainda não tivesse encontrado o brilho da vida dela. Os enquadramentos em plano detalhe ou primeiríssimo plano me ganharam, tenho um encanto quando vejo, parece que eles nos transporta para dentro da história. Outra coisa que eu gostei é que parece que ela está sempre inerte, mesmo se mexendo entre os cortes muito bem produzidos, parece que a o filme mostra a vida dela saindo dessa inércia.

Eduardo & Mônica – Apenas no Cinema

Eu sou apaixonada nesse filme desde quando ele ainda nem era lançado, em 2019 postaram um teaser dele e passarinhos começaram a rodear minha cabeça. Como você já imagina, o filme fala sobre o Eduardo e Mônica, o famoso casal da música da Legião Urbana que caso você não saiba realmente existe e foram amigos de Renato Russo que na verdade se chamam Leonice e Fernando. Esse filme me fez derramar milhões de lagrimas e até hoje procuro algum lugar na internet para assistir de novo e não encontro. Por incrível que pareça, o que pelo menos me deixou chocada, a música original não toca nenhuma vez no filme, mas no geral retrata bem a historia. Esse filme me ganhou por um motivo pessoal, uma pessoa que me fez muito feliz já tinha virado saudade e ainda não sabia como lidar com isso, veio na hora errada talvez, mas com a proposta certa de me mostrar como o amor é lindo, volátil, precisa de tempo e paciência;

mostrou que temos que aceitar as pessoas como elas são e não podemos prender elas dentro de um aquário. esse filme hoje me trás um conforto enorme de um dia ser a Mônica e ter o Eduardo ao meu lado mesmo com todas as nossas diferenças. Esse filme me ganhou pela alma.

Casa Grande – Netflix

Na minha opinião esse não é um dos melhores filmes da lista, mas é um filme bom. A primeira coisa que me chamou atenção foi essa capa, as cores dela se destacam de um modo surreal e retrata bem o desenvolver do filme. Eu costumo não ler a sinopse dos filmes nem ver trailer e esse ai me impressionou. Conta a história do Jean, um menino da classe alta de São Paulo que mora numa casa grande rs e vive com pais super conservadores que não facilitam muito a vida dele em aspectos emocionais, por conta disso ele procura conforto com a empregada Rita que aos poucos instiga ele ao prazer da carne. É um filme sem muita cor apesar da capa instigante, bom pra assistir quinta-feira a tarde depois da escola enquanto enrola pra estudar.

O Diário de Tati – Disney+

Esse filme é maravilhoso! A primeira vez que eu vi ele eu tinha 10 anos e estava deitada no canto do sofá da casa da minha professora e me apaixonei exatamente no momento em que tocou “Mania de Você” da Rita Lee e “Óculos” do Paralamas do Sucesso, desde em tão eu danço igual criança quando essas músicas tocam. O diário de Tati é a representação perfeita de uma adolescente ideal com seus problemas amorosos, de amizade, de alto-estima e entre a família. Eu tenho um xodozinho por filmes que foram feitos entre 2000 e 2015 e esse filme é um dos meus favoritos. A fala engraçada da Heloísa Périssé te prende o filme inteiro, além de a Tati ser super original, atrevida, insegura e maluquinha. O filme todo você sente uma vibe de artigo da capricho de 2015, cheio de colagens e firulas. É um filme bem “sessão da tarde”, bom pra assistir de domingo com a família.

Desenrola – Telecine

Esse filme tem uma pegada mais malhação 2012, acho que penso isso porque a Fatinha participa do filme e faz quase o mesmo papel. Desenrola é um filme para caçoar os que ainda são virgens ou para aprender com eles nessa caminhada. O filme retrata praticamente uma galera que quer perder a virgindade, ser independente, ser a melhor do grupinho e não ser nada “normal”. Conta a história da Priscila num tempo em que a mãe dela vai viajar e ela decide se tornar mais do que a filha obediente e estudante introvertida. “Don’t You” do Simple Minds toca no filme e é uma boa música pra recordar da história. Tem desejo, tem amor, decepções amorosas e tem amor de novo, é uma comédia romântica bem clichê, mas que vale a pena assistir.

Confissões de Adolescente – Netflix

Esse filme é bom demais, um filme que realmente vale a pena assistir. Conta a história de quatro irmãs que moram com o pai em um momento de dificuldades financeiras além da histeria adolescente compartilhada, se um filme sobre uma garota é bom imagina com quatro?! A história da Alice é uma das minhas prediletas porque é bem doida e faz a gente pirar junto com ela. Já a Tina é uma história gostosíssima de assistir, tem uma pegada mais das consequências de crescer e muito amor, um lance que prende a gente sabe. A cena da Karina na praia é muito boa, uma das melhores cenas do filme vale a pena assistir e ver do que eu estou falando.

As Melhores Coisas do Mundo – Globoplay

Essa é a história do Mano, uma menino meio esquisito e ao mesmo tempo descolado que sofre bullying, sofre por amor e sofre com a pressão dos pais durante um divórcio. A maior parte do filme é uma várzea total entre ele e os amigos na escola e na rua, você pode até ver o filme e pensar “caralho, quero ter esses rolês com meus amigos”. Temos a ilustre presença de Caio Blat com papel de professor legal que te bota pra pensar na vida ao invés de problemas de matemática, mesmo que sejam poucas cenas ele da um quê de “bom demais” para o filme. Já a Carol com toda sua meiguice ganha a gente toda hora, ora marreta ora fofa, ela é aquela menina que anda com os meninos que eu já quis ser no sexto ano. Além de tudo, temos Fiuk, o famoso fumante do BBB que no filme atua muito bem e trás um lado mais pesado da juventude.

Somos Tão Jovens – YouTube

Esse filme é tão bom que até meu pai acabou assistindo e amando, lembra até hoje de detalhes do filme. Conta a história da vida e morte de Renato Russo, vocalista da banda Legião Urbana, que abalou a as cidades de Brasília e do Brasil todo e infelizmente não viveu tanto para ver como é amado. Durante o filme bandas como Plebe Rude, Capital Inicial e Hewora são citadas e cantam. Tem a mesma pegada que o filme do Cazuza, um dos motivos de ser um dos melhores filmes dessa lista. Se você gosta de filmes sobre adolescentes, gosta de música ou ainda mais gosta de Legião Urbana, esse filme é perfeito pra você. Uma coisa legal também é que algumas músicas ganham mais sentido com o enredo do filme, por exemplo “Ainda é Cedo”. Se no filme Eduardo e Mônica não tocou nenhuma música do Legião Urbana, esse ganha de 10 á 0 com muitas músicas, muitas que não conhecemos só porque viralizaram. Vale muito a pena assistir.

Cazuza – O Tempo Não Pára – HBOmax

Que filme SENSACIONAL!!! Sem dúvidas um dos melhores filmes da lista se não o melhor. Pra ser sincera eu nem lembro direito do filme, mas eu tenho um amor enorme pela história do Cazuza desde que meu pai me levou para assistir o musical em 2019. O filme é basicamente a vida e morte do Cazuza, assim como “Somos Tão Jovens”. Daniel de Oliveira foi o protagonista e caiu como luva no papel, fez um trabalho sem erros, parece que estamos vendo o próprio Cazuza na tela. Mostra uma juventude que eu amaria viver, cheia de loucuras, desejo, revoluções e amor. É um filme para transbordar de alegria e paixão, bom para assistir com o namorado, com a amiga que gosta de MPB ou até com os pais que amam Cazuza também. Sem sombra de dúvidas essa é uma das melhores produções do cinema brasileiro.

4 respostas para “Filmes que me apaixonei sobre a juventude no Brasil”.

  1. Adorei!!! Consegui imaginar cada filme e já quero assistir alguns também ♥️

    Curtido por 1 pessoa

    1. obrigada pelo comentário! espero que goste dos filmes que escolher assistir :)

      Curtir

  2. Muito foda, ótima visão, ótima redação e retrato dos filmes, essa sua pegada “Cinéfilo musical” é demais, retirando conteúdo de todos os pontos que podem passar desapercebido por outros, parabéns pela pegada, parabéns pelo conceito e visão fodastica de roteiros e estórias, suas amarrações nos prendem aos relatos e como o comentário acima, dá muita vontade sim de ver, mas já digo, Cazuza é o melhor kkkkkk e Viva o Rock 🤘🏼 Viva a Vida ❤️

    Curtir

    1. que bom que você gostou :) como você mesmo disse eu mergulho em tudo o que faço, obrigada pela genética rs. viva ao rock ♥️

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s